IMPRENSA

Entre em contato com nossa agência de comunicação para solicitar entrevistas, apresentar pautas e pedir informações.

Loures Consultoria

Thais de Araujo

thais.araujo@loures.com.br
11 99137-0064

Luci Anunciato

luci.anunciato@loures.com.br
11 99522-8600

Jonathas Ruiz

jonathas.ruiz@loures.com.br
11 99385-7406

Releases

NSTech consolida a liderança em software para logística e mobilidade
na América Latina

São Paulo, 30 de junho de 2021 – A NSTech, maior plataforma de tecnologia para logística do Brasil, e a Praxio, hub de soluções em tecnologia para o transporte rodoviário de cargas e passageiros, anunciam hoje uma fusão, que as permitirá montar o mais completo ecossistema de empresas de tecnologia para logística e mobilidade da América Latina.

Simultaneamente ao acordo, as empresas estão promovendo um aumento de capital de R$ 500 milhões, liderado pela SK Tarpon, por meio da Niche Partners – polo da gestora focado em investimentos em empresas líderes em mercados de nicho – e da Greenbridge, gestora de private equity que investe globalmente em empresas de tecnologia e foi fundada pelos suecos Ola Rollen e Melker Schorling (respectivamente CEO e principal acionista da Hexagon AB – empresa de tecnologia listada na bolsa de valores de Estocolmo, com valor de mercado de USD 35 bilhões), em conjunto com o brasileiro Eduardo Steinberg, empreendedor de tecnologia e ex-CEO da Hexagon Ventures.

O movimento contribuirá para acelerar o crescimento das empresas, que será realizado de maneira orgânica e, também, por meio de novas aquisições – inclusive, 65% do capital será usado para novas compras. Associando à estratégia de dívida, a capacidade para investimentos será de R$ 500 milhões, sobretudo nos mercados de Passageiros, TMS, Fintech e Marketplaces, o que permitirá expandir a mais completa plataforma digital para a cadeia de transporte rodoviário de cargas e passageiros.

Com a fusão, a NSTech passa a atender seis principais clientes: transportadores de carga, embarcadores, motoristas, seguradoras e corretores de seguro especializados em transportes, além dos players voltados ao transporte de passageiros. O objetivo é oferecer uma solução simples e completa, que contribua para o crescimento dos clientes e os apoie na busca por melhor eficiência operacional nas soluções voltadas ao transporte rodoviário de cargas e passageiros.

“Novos negócios com os atuais e potenciais clientes também serão facilitados com a fusão. Vamos também preparar a nova Companhia para a abertura de capital (IPO, na sigla em inglês), o que deve acontecer em até três anos”, afirma Vasco Oliveira, sócio da SK Tarpon e CEO da Niche Partners, que acumula mais de 20 anos de experiência no mercado de logística.

A fusão também permitirá à NSTech ampliar a liderança no setor de tecnologia para logística e mobilidade na América Latina, em pouco mais de oito meses, desde que realizou a sua primeira aquisição – a Buonny, empresa líder nacional no segmento de tecnologia para gerenciamento de risco e produtividade logística.

Os números da transação impressionam. A NSTech chega a um ARR (Anual Recurring Revenue) de US$70 milhões, sendo mais de 90% em receita recorrente. A companhia passa a ter 28 mil clientes e 14 produtos – sendo 8 na liderança – com alta margem bruta e muito espaço para crescimento orgânico. A plataforma contempla ainda a maior base de dados do setor, com mais de 1,8 milhão de motoristas cadastrados e R$12,5 trilhões de cargas averbadas por ano, além de mais de 90 milhões de cargas por mês. Para 2021, a NSTech projeta também atingir EBITDA de aproximadamente R$ 100 milhões, sem contar eventuais novas aquisições.

Longo Prazo

Apesar do potencial IPO, os sócios das gestoras reforçam que o investimento na plataforma é de longo prazo. “O IPO é apenas uma etapa da jornada, que nos permitirá seguir expandindo a Companhia para outros mercados, especialmente na América Latina”, comenta Eduardo Steinberg, sócio da Greenbridge. “Já operamos no México e daremos início à expansão na Colômbia, no Peru e no Equador. Algumas de nossas soluções também têm alta aderência em mercados maduros, como Estados Unidos e Europa”, analisa Vasco.

A NSTech atua para combater um dos principais gargalos para o desenvolvimento do País: a ineficiência na malha de transportes. Para se ter uma ideia, atualmente o Brasil gasta mais de 12% do PIB com logística, contra aproximadamente 7% gastos pelos Estados Unidos. Cerca de 40% da frota roda vazia, sem carga. O País figura ainda na terceira posição em roubo de cargas em ranking global, duas posições atrás do México que lidera a lista – e enfrenta alto volume de acidentes em estradas federais envolvendo caminhões: aproximadamente 20 mil por ano. Os dados são da NSTech, compilados de diversas fontes.

Parte importante desse gargalo pode ser suprido por meio da tecnologia, que ajuda as empresas a terem mais produtividade, além de mitigar problemas como roubos e acidentes.

Sobre a SK Tarpon e a Niche Partners

A partir do aprendizado dos seus 18 anos de história, a SK Tarpon criou um ecossistema com polos interdependentes, cada um focado em um ramo de atuação diferente, com times dedicados e muita profundidade – é o ecossistema SK Tarpon.

Sua abordagem consiste na elaboração de teses de investimentos, com condução de processos robustos de diligência e aprovação de investimentos, valorização do legado empresarial e dos talentos existentes, impressão de um novo ritmo na gestão, além da identificação, em conjunto com o gerenciamento das investidas, de alavancas para deslocar o crescimento dos negócios.

A Niche Partners, braço do ecossistema da SK Tarpon, foi criada para buscar parcerias com empresas líderes em mercados de nicho, com o propósito de potencializar e perenizar o legado destes empreendedores, dado que a estratégia prevê a manutenção das marcas, da cultura e dos times de gestão, mas com a ajuda do time da gestora para levar as companhias para um novo patamar de performance. Como foco de investimentos, a empresa busca, além de líderes, empresas com ótimas margens, receita recorrente, excepcionais times de gestão, diferencial competitivo e tecnológico, bem como modelos de negócio asset light que gerem caixa.

Sobre a Greenbridge

Greenbridge é uma empresa global de investimentos em tecnologia com visão de longo prazo. Nossa tese de investimentos é focar num número limitado de companhias e ajudá-las a crescer organicamente e através de aquisições, com objetivo de gerar valor de longo prazo aos empreendedores e nossos acionistas. Buscamos investir em empresas líderes em seus mercados com potencial de se transformarem em companhias mundiais. Nosso time tem grande experiencia em tecnologia, M&A e estratégia sendo composto por empreendedores que trabalham juntos há muitos anos.

Sobre a NSTech

A NSTech é a maior plataforma de tecnologia para logística do Brasil. Criada em 2021, a tese é gerenciada pela Niche Partners. Congrega atualmente quatro grupos de empresas em torno de uma holding: Buonny, Opentech, AT&M e Brasil Risk, que são líderes no mercado de logística brasileiro com quase 20 mil clientes e possuem maior banco de dados do setor.

O propósito de reunir as empresas no guarda-chuva da NSTech é gerar valor para o País por meio da otimização do setor logístico, contribuindo com o sucesso, crescimento e rentabilidade de cinco grandes categorias de clientes: motoristas, transportadores, embarcadores, corretores de seguro e seguradoras que atuam no transporte de carga.

A NSTech apoia as empresas do grupo a serem mais eficientes na sua logística: otimização de recursos financeiros, entregas mais rápidas, redução de emissão de CO2, acidentes e roubos.

Sobre a Praxio

Na Praxio, tecnologia é a ferramenta para descomplicar e mover o mercado, sempre em busca dos melhores resultados em gestão para transporte de passageiros e cargas. Conta em seu portfólio soluções como o sistema Globus, AvaCorp-i, Siga-i, Luna, Manu360, Ponto Virtual, Escala de Tripulantes, entre outros. Após 30 anos atuando como a marca BgmRodotec, a empresa passou a se denominar Praxio (www.praxio.com.br) desde novembro de 2018, e tem como novo posicionamento direções conectadas ao futuro.

Informações para a imprensa

SK Tarpon/ NS Tech
Loures Consultoria
Jonathas Ruiz – jonathas.ruiz@loures.com.br – tel: (11) 993857406
Luci Anunciato – luci.anunciato@loures.com.br

Conjuntamente com a aquisição da empresa Brasil Risk, a gestora anuncia a holding que visa criar uma completa solução de tecnologia para a logística na América Latina.

A SK Tarpon anuncia a criação da NSTech, maior plataforma de tecnologia para logística do Brasil. A tese será gerida pela Niche Partners, que faz parte do ecossistema da gestora e que busca investimentos em empresas líderes em mercados de nicho, tendo desenvolvido uma tese ligada à tecnologia para a cadeia de Supply Chain.

A NSTech chega conjuntamente com a aquisição da empresa Brasil Risk, líder no mercado de gerenciamento de risco e gestão de logística para grandes embarcadores e transportadoras – em especial para mercado de Fast Moving Consumer Goods, eletroeletrônicos e químicos, o que a consolida como a maior do país no seu segmento.

A plataforma tecnológica NSTech congrega atualmente quatro grupos de empresas, que possuem maior banco de dados do setor e quase 20 mil clientes. A plataforma vai ajudar os clientes a serem mais eficientes na sua logística: gastar menos, fazer entregas mais rápidas, de maneira mais simples e ágil, reduzindo a emissão de CO2, acidentes e roubos. Atualmente as empresas que formam a holding são:

  • Buonny, empresa líder nacional no segmento de tecnologia para gerenciamento de risco e produtividade logística, possuindo o maior banco de dados de motoristas do Brasil. A Buonny é líder absoluta no segmento voltado para pequenas e médias transportadoras, com mais de 12 mil clientes desse perfil, além de muito forte no varejo e agronegócio.
  • Opentech, líder brasileira em gestão logística e gerenciamento de risco para operações complexas, operadores logísticos, empresas de produtos frigorificados e farmacêuticos, diferenciada pela sua tecnologia e inovação;
  • AT&M, líder inconteste no mercado de averbação de carga, com integração com mais de 400 ERPs e TMS e cerca de 70 milhões de documentos averbados mensalmente, que representam um valor transportado superior a R$1,2 trilhão ao mês;
  • Brasil Risk, líder no mercado de GR para grandes embarcadores e transportadoras, em especial no mercado de Fast Moving Consumer Goods, eletroeletrônicos, e-commerce e químicos, se destacando pela sua capacidade de customização.

 

O propósito de reunir as empresas no guarda-chuva da NSTech será gerar valor para o país por meio da otimização do setor logístico, contribuindo com o sucesso e crescimento com rentabilidade de cinco grandes categorias de clientes: motoristas, transportadores, embarcadores, corretores de seguro e seguradoras que atuam no transporte de carga.

Existem uma infinidade de softwares e serviços, hoje com soluções muito focadas, porém pouco integradas, e em especial com uma base de dados totalmente fragmentada e de má qualidade. Acreditamos que podemos ajudar nossos clientes a serem mais eficientes e lucrativos. Por isso, estamos criando uma solução com tecnologia de ponta e integração total, para resolver todo e qualquer problema ligado a logística, iniciando pelo transporte rodoviário”, diz Vasco Carvalho Oliveira Neto, CEO da Niche Partners e sócio da SK Tarpon.

As empresas somadas possuem atualmente oito produtos de alto valor para o setor da logística – sendo líder em cinco deles, com altas margens brutas e modelo SaaS, ARR de R$ 249 milhões, sendo 97% recorrente, e um net retention rate de 104%, o que atesta a qualidade dos produtos.

Atualmente a NSTech tem um pipeline de M&A de mais de 15 empresas, que visam complementar o portfólio de produtos para criar uma plataforma One Stop Shop, que simplificará a vida do cliente que poderá resolver seus problemas com apenas um click. Além disso, a plataforma é agnóstica, operando com potenciais concorrentes por acreditar que quem manda é o cliente, e que a coopetição veio para ficar. O objetivo é consolidar o setor na América Latina, onde já opera no México há mais um ano e atualmente está iniciando operações através de demandas de clientes na Colômbia, Peru e Equador.

Ao final do dia, geramos valor para os consumidores finais e para os países como um todo. Uma logística mais barata, rápida e segura é o que todos queremos. Temos a visão de que a tecnologia, o uso intensivo da inteligência artificial, aliados a um time excepcional, são a melhor forma de endereçar estas questões. O propósito é criar valor para o mundo, por meio da otimização da logística. O Brasil gasta hoje cerca de 12% do PIB com logística contra 7% dos Estados Unidos. Mais de 40% dos nossos caminhões rodam vazios, gerando poluição, trânsitos e acidentes que poderiam ser evitados. Além disso, somos o 3º maior país do mundo em roubo de carga e temos anualmente mais de 18 mil acidentes de trânsito só em rodovias federais envolvendo caminhões. Juntos com os empreendedores que fundaram estas empresas excepcionais e um time fora de série, vamos mudar essa realidade. Seremos referência em ESG, e instrumentos indispensáveis para as empresas que se preocupam com o tema”, reflete Vasco.

O empreendedor esteve à frente da estruturação da tese e dispõe de mais de 21 anos de vasta e comprovada experiência na indústria de logística, varejo e agronegócio. O modelo de negócio da holding foi inspirado na Roper Technologies, companhia americana centenária e que investe em empresas líderes de nicho, com um Market Cap de aproximadamente US$46 bilhões, e que desde o seu IPO superou o índice S&P em cerca de 5x.

As empresas da NSTech seguirão operando com 100% de autonomia e independência, mas com uma visão do todo, ou seja, sempre pensando no sucesso dos clientes. O êxito deles será o nosso. Dois fatores foram fundamentais para o êxito destas empresas até aqui: cultura e foco. Acreditamos muito nisso, e vamos ajudar a reforçar e evoluir seus modelos, contribuindo para perpetuar os sonhos de seus fundadores. Nossa responsabilidade é enorme e vamos honrar as suas histórias de muita garra e determinação”, complementa Vasco.

Companhia recebe sua segunda rodada institucional de investimento após o crescimento expressivo nos últimos meses.

São Paulo, 10 de fevereiro de 2021 – Maior plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal do País, o Zenklub anuncia a conclusão de uma rodada de investimento liderada pela SK Tarpon e GKVentures, contando também com a participação da atual investidora portuguesa Indico. A transação acontece por meio das gestoras Kamaroopin, que tem como estratégia investir e apoiar empresas em fase de crescimento acelerado na criação de valor duradouro, e GK Ventures, fundo de impacto que busca apoiar empresas que estejam trabalhando para resolver problemas relevantes do País. O Zenklub é o primeiro investimento dessas gestoras no mercado de saúde, cuja tese surgiu da constatação de uma necessidade das pessoas na busca pela melhoria da saúde integral, trazendo o equilíbrio mental e social como conceito de saúde mais amplo. O investimento marca a segunda rodada institucional de captação do Zenklub. Com o novo aporte de capital, a startup conta com mais R$ 45 milhões em caixa para sustentar o crescimento e desenvolver projetos estratégicos no setor.

Fundado em 2016, o Zenklub viu a quantidade de clientes aumentar 515% e o número de consultas online saltar para 50 mil por mês em 2020. Hoje a plataforma oferece sessões online com mais de 800 psicólogos, psicanalistas, coaches e terapeutas, além de treinamentos de educação socioemocional e uma solução com dados estratégicos para Recursos Humanos e lideranças. No ano passado, a procura por soluções de saúde para empresas cresceu 1.683% e o Zenklub começou 2021 atendendo mais de 200 clientes corporativos.

Segundo Rui Brandão, CEO e cofundador da startup, com o aporte, o Zenklub reforça o caixa para potencializar seu crescimento em 2021. “Queremos levar o projeto de saúde emocional corporativa para outro nível, contribuindo como consultoria e oferecendo dados para o mercado. O investimento ainda potencializará nossos projetos de capacitação e formação de profissionais, investindo em tecnologias e usando expertise em telepsicologia para desenvolver o setor. Além disso, vamos trabalhar a personalização da plataforma de acordo com as necessidades de cada indivíduo, criando assim planos específicos de desenvolvimento emocional”, completou.

Para Pedro Faria, cofundador da SK Tarpon e da Kamaroopin, a pandemia do novo coronavírus apenas evidenciou um problema antigo que nem sempre foi compreendido por parte da maioria da população, principalmente decorrente de um estigma e falta de compreensão de suas dimensões e manifestações na saúde como um todo. “Encontramos no Zenklub uma ótima oportunidade de atuarmos em um problema de dimensões globais, que decorrente da falta de tratamento, custa mais de U$ 1 trilhão à economia mundial, sendo o Brasil um dos líderes no quesito de ansiedade e depressão”, explica. A SK Tarpon juntou-se a GK Ventures, em um projeto que visa fortalecer o movimento ESG (Environmental, Social and Governance), trazendo empresas e profissionais como parceiros para melhoria da saúde individual e produtividade por meio de soluções que abranjam não só a saúde física, mas principalmente o equilíbrio entre mental e social. A parceria visa olhar o segmento sob uma ótica global, em busca de melhores práticas em nível mundial que enderecem as necessidades do consumidor.

Segundo informações da OMS (Órgão Mundial da Saúde), o Brasil é o país com maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e o quinto em casos de depressão. Os dados da OMS mostram que o problema não é limitado apenas ao Brasil, mas sim de abrangência global. Em 2020, no mundo são mais de 320 milhões de pessoas com depressão e 260 milhões com ansiedade, e grande parte sem nenhum tipo de tratamento. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados no fim do ano passado, o diagnóstico de depressão por profissionais do setor subiu 32,2% em seis anos, atingindo 16,3 milhões de adultos no Brasil.

Sobre o Zenklub

O Zenklub é a maior plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal do Brasil. Criado em 2016 pelo médico Rui Brandão e pelo Doutor em Computação e telecomunicações José Simões, atualmente atende empresas em mais de 980 cidades e brasileiros em 124 países. A plataforma oferece sessões online com mais de 500 psicólogos, psicanalistas, coaches e terapeutas, além de conteúdos em texto, áudio, vídeo e diversas outras ferramentas em seu aplicativo. Hoje, o Zenklub impacta 1,5 milhão de pessoas por mês e mais de 200 empresas, entre elas Votorantim Energia, Natura, Qualicorp, Tecnisa e Loggi.

Sobre a SK Tarpon e a Kamaroopin

A Tarpon está com um novo desenho, no qual sonhos, capital e talento se encontram a serviço do empreendedorismo, da inovação e do legado empresarial. A partir do aprendizado dos seus 18 anos de história, a gestora criou um ecossistema de novas gestoras, cada uma focada em um ramo de atuação diferente, com times dedicados e muita profundidade – é o ecossistema SK Tarpon. Dentre as gestoras, está a Kamaroopin, que atua com o propósito de acelerar crescimento de companhias sob uma gestão colaborativa, focada em dar sustentação aos negócios em que investe. Sua abordagem consiste na elaboração de teses de investimentos altamente proprietárias voltadas principalmente a ativos relacionados às mudanças de hábito de consumo, com condução de processos robustos de diligência e aprovação de investimentos, valorização do legado empresarial e dos talentos existentes, impressão de um novo ritmo na gestão, além da identificação, em conjunto com o management das investidas, de alavancas para deslocar o crescimento dos negócios.

Sobre a Good Karma Ventures

Fundada por Eduardo Mufarej, a GK Ventures existe para reunir gente, recursos e conhecimento atrás de soluções para problemas relevantes do Brasil. Sua missão é apoiar iniciativas ou negócios de impacto social que tenham um propósito claro; com enorme potencial de escalabilidade; que busquem resolver questões urgentes; e que apresentem grandes perspectivas de resultado financeiro.

Informações para a Imprensa
Zenklub – VCRP Brasil

Laura Sanders – laura@vcrpbrasil.com / 31- 99550-1279
Renata Victal – renatavictal@vcrpbrasil.com

SK Tarpon – Loures Consultoria
Jonathas Ruiz – sktarpon@loures.com.br / (11) 99385-7406
Thais de Araujo – sktarpon@loures.com.br / 11 99137-0064

O investimento inicial projetado em R$ 300 milhões será utilizado em empresas para aumentar a eficiência da logística nacional, através do uso intensivo de tecnologia e dados.

São Paulo, 30 de novembro de 2020 – A SK Tarpon anuncia hoje o investimento na Buonny, empresa líder nacional no segmento de tecnologia para gerenciamento de risco e produtividade logística. A empresa é o primeiro investimento do fundo liderado pela Niche Partners, parte do ecossistema da SK Tarpon, que busca investimentos em empresas líderes em mercados de nicho, e que desenvolveu uma tese ligada à tecnologia para a cadeia de supply chain, setor que vem passando por uma crescente digitalização, muito acelerada após a pandemia.

Com atuação em todo o território nacional e demais países do Mercosul, a Buonny oferece tecnologia e soluções diversas para segurança e gestão de operações logísticas, com ofertas modulares e adaptáveis para qualquer tamanho e formato de projeto logístico– seja o cliente embarcador, transportador, operador logístico ou motorista autônomo. Atualmente, a Buonny é responsável pela gestão anual de mais de R$ 400 bilhões em cargas transportadas.

Segundo Vasco Oliveira, sócio da SK Tarpon e responsável pelo investimento, o que motivou o investimento na Buonny foi a consistência de crescimento e resultados nos últimos anos, baseada principalmente em softwares proprietários. “A empresa mantém uma receita preponderante oriunda de tecnologia, sendo mais de 90% recorrente”, explica Oliveira. A qualidade do time, reputação dos sócios, o fato de ter o maior e melhor banco de dados do setor com 1,8 milhão de motoristas rodoviários cadastrados – o que é central na estratégia – além de uma carteira de mais de 13 mil clientes ativos, são outros diferenciais da empresa.

O investimento da SK Tarpon na Buonny visa potencializar e perenizar o legado dos empreendedores Cyro Buonavoglia e Eliel Fernandes, que fundaram a empresa há 25 anos e continuarão à frente da gestão da companhia como sócios relevantes no negócio. “A ideia é manter a marca, a cultura e o time, mas com a nossa expertise em gestão, investimentos e empreendedorismo, queremos levar a empresa a um novo patamar em termos de performance operacional e financeira”, conta Oliveira, que foi fundador da AGV Logística, co-fundador e presidente da Associação Brasileira de Operadores Logísticos (Abol) e acumula experiência de 22 anos no setor logístico.

Segundo Cyro Buonavoglia, agora no conselho de administração, “a Niche é a parceira ideal para dar sequência ao crescimento da empresa, não só pelo conhecimento do time no mercado de supply chain e tecnologia, mas também pela filosofia de gestão e do seu modelo de negócio, com foco em criar valor com visão de longo prazo, mantendo as empresas de sucesso com seu DNA preservado e autonomia operacional”.

Já Eliel Fernandes, CEO da companhia, ressalta que a relação com a SK Tarpon foi ‘amor à primeira vista’. “Além do alinhamento cultural, a equipe da Niche já vem aportando um conhecimento e capacidade de investimento para a Buonny que será fundamental nesta nova fase de inovações em que, cada vez mais, a tecnologia, dados e pessoas farão a diferença. Queremos continuar inovando e à frente do mercado, e não poderíamos ter encontrado parceiro ideal para esse novo ciclo”, finaliza o executivo.

Sobre a SK Tarpon e a Niche Partners

A Tarpon está com um novo desenho, no qual sonhos, capital e talento se encontram a serviço do empreendedorismo, da inovação e do legado empresarial. A partir do aprendizado dos seus 18 anos de história, a gestora criou um ecossistema de novas gestoras, cada uma focada em um ramo de atuação diferente, com times dedicados e muita profundidade – é o ecossistema SK Tarpon. Dentre as novidades está surgindo a Niche Partners, que nasceu com a filosofia de buscar parcerias com empresas líderes em mercados de nicho, com o propósito de potencializar e perenizar o legado destes empreendedores, dado que a estratégia prevê a manutenção das marcas, da cultura e dos times de gestão, mas com a ajuda do time da gestora para levar as companhias para um novo patamar de performance. Como foco de investimentos, a empresa busca, além de líderes, empresas com ótimas margens, receita recorrente, excepcionais times de gestão, diferencial competitivo e tecnológico, bem como modelos de negócio asset light que gerem caixa.

Sobre a Buonny

Líder nacional em gerenciamento de risco no transporte rodoviário, a Buonny atua no Brasil e nos demais países do Mercosul e gere atualmente cerca de R$ 400 bilhões em carga por ano. A companhia oferece tecnologia e soluções diversas para segurança e gestão de operações logísticas, com ofertas modulares e adaptáveis para qualquer tamanho e formato de projeto logístico – seja o cliente embarcador, transportador, operador logístico ou motorista autônomo.